sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Até um dia irmão

Ontem, 25, inexplicavelmente peguei no teu livro e comecei a relê-lo.
Não sei bem porquê, fi-lo com atenção e carinho.
Como podia eu saber, querido irmão, que te estavas a despedir de mim?

Na introdução à tua 2ª edição assinaste... "Casa do Templo, 25 de Agosto de 2007".
"Casa do Templo"... Como podia eu saber que partias finalmente para o Templo?
Que iniciavas o caminho de regresso a Casa?
Até um dia, companheiro Templário!
Que tenhas o merecido descanso do guerreiro.

José Manuel Gomes Gonçalves Capêlo
- Castelo Branco -
(29 de Janeiro de 1946 - 25 de Fevereiro de 2010)