sexta-feira, 4 de junho de 2010

Ponto:Luz

E lihque uxeyurahe bo Erbuk loe ruhelfuhu o surxoe faxyeraho bo gagqao xegru o hraohoe be kilbe.

Rijiowe e dodnoe i e rinoboeu i iqfere:ev fupu oqvwrapiqwu gi vadpozzeu gi piqwenogegiv.

Vancen rejeiva at veoriat diepvigidat tocre o aqaredinepvo fo bonen tocre a verra, doptiferapfo:at una napiqumadao vepfepdiota.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Ponto de Luz


"Irmão, se procuras a verdade, deves partir destes princípios:


- Ninguém sabe como e quando a terra nasceu; é algo que estará sempre para além da razão.

- Ninguém saberá jamais como a humanidade surgiu nela; é um segredo que o tempo apagou para sempre.

- Existe um mistério a que chamam Deus. Nunca alguém conseguiu defini-lo.

- Nunca se conseguiu provar que o deslumbramento humano resulte de inspiração divina.

- Os verdadeiros sábios são os que conhecem os segredos da natureza; não os que conhecem as fraquezas humanas.

- Os vencedores nunca contam a verdade sobre os vencidos; os sanguinários são sempre os outros.

- Só se vive uma vez; é a derradeira oportunidade de deixar em terreno fértil, a semente do bem.

- Nunca alguém regressou da morte física; só se é eterno na memória dos vivos.

- Só se é verdadeiro Cavaleiro quando se cavalga livremente nas asas do vento."

(excerto de 'Iniciação')