quinta-feira, 20 de julho de 2017

Prólogo a Al-Faghar



Pegadas no tempo
(do poeta Ibn Musa)



Descalço...
desço a calçada do castelo
e sento-me lânguidamente
nas margens da al-djazira.

Espero paciente que a maré suba
e me venha banhar os pés nus
com as pequeninas ondas
que parecem querer brincar.

Fazem-me lembrar a infância
quando chapinhava nas ondas
das praias da minha aldeia natal...
Saudosa Temara!

Agora finjo que as crianças
agitam esse outro lado do mar
chegando aqui em pequenas ondas
o eco longínquo desse doce brincar.


[...]

...enquanto a maré sobe lenta
vou sentindo o vibrar do chão
à passagem dos velozes cavaleiros
do ribat de meu senhor Ibn Qasi.
Ibn Musa
1086-1168
Aljezur

sábado, 15 de julho de 2017

Os Templários no Algarve árabe


Nova série de testemunhos sobre Al-Faghar (Algarve)

 Na sequência dos recentes e lamentáveis acontecimentos ocorridos em Tomar, os quais reflectem o profundo e continuado desrespeito pela memória da Ordem do Templo - que quase nos levaram ao encerramento deste blogue em sinal de protesto - ficou decidido rumarmos a Sul onde os Templários Portugueses tiveram uma prematura e discreta presença, pontuada depois por algumas participações militares até à definitiva conquista do reino do Algarve.
Proximamente, iremos dar a conhecer numa série de publicações, nove episódios ainda inéditos, dos muitos que constam dos Livros de Guerra da Ordem portuguesa.



- Onde eram recebidas e por quem, às portas do Algarve ainda muçulmano, as delegações portuguesas da Ordem do Templo enviadas em segredo por El-Rei D. Afonso I?

- Como entregou El-Rei D. Afonso I pessoalmente e em completo sigilo na praça fortificada de Al-Burj o simbólico e enigmático presente de cavalaria ao seu aliado Ibn-Qasi e no que consistia?

- Que motivos estiveram realmente por detrás da ida ao Promontorium Sacrum para a recolha das relíquias de S. Vicente? Onde ficava o Mosteiro do Corvo e quem eram os monges que o habitavam? O que levaram realmente para Lisboa?

- Que tesouro resultante da pilhagem da primeira tomada da cidade árabe de Silves se perdeu misteriosamente a caminho do Norte da Europa levado por um protegido do flamengo bispo Nicolau?

- Que testemunho sobreviveu até hoje das cerimónias religioso-militares feitas pelos Templários Portugueses em terras mouras algarvias antes da tomada de Silves?

- Onde pára a Cruz de Portugal oferecida por S. Bernardo de Claraval aos Templários Portugueses, levada por estes e perdida na primeira tomada de Silves?

- Onde ficava o hospital de campanha dos monges-soldados Templários feridos na tomada de Silves e o seu cemitério?

- Como ajudaram os Templários Portugueses os habitantes de Silves a refugiarem-se em Monchique salvando todos os seus pertences de mais valor que nunca foram resgatados? 

- Que testemunho arquitectónico dedicado a Santa Maria Madalena deixaram os Templários Portugueses no Algarve ainda não conquistado?

terça-feira, 4 de julho de 2017

Tombo:LXXI


Documentos dos Templários Portugueses
guardados na Torre do Tombo


Maio de 1228

Carta de doação feita por Dona Fruilia Ermigia à Ordem do Templo da herdade de Cira com todos os seus termos e de toda a sua fazenda em Portugal e Castela.