Quem somos

...

Os Templários Portugueses são uma Irmandade de Cavaleiros da Ordem do Templo que ressurgiu há quatro gerações. Desde então têm-se dedicado à recuperação, preservação e transmissão da memória dos seus antepassados.

Os Templários Portugueses apesar da sua existência discreta, decidiram em Capítulo Geral abrir uma janela de comunicação a fim de partilhar o Projecto Templário com todos os interessados.

Os Templários Portugueses têm a sua própria concepção histórica da Ordem do Templo em Portugal, alicerçada na vasta documentação herdada e nas muitas Crónicas entretanto recuperadas.
O seu espólio histórico, assim como os seus registos actuais (com mais de cem anos) encontram-se guardados em lugar secreto por questões de segurança.
Pelo mesmo motivo, a localização exacta da sua sede é do conhecimento restrito dos Cavaleiros mais antigos da ORDEM.

A Ordem dos Cavaleiros Templários Portugueses não é um clube ou associação. Por isso não cobra "jóias" de inscrição, não exige o pagamento de quotas anuais ou qualquer outro valor aos seus membros.
A ORDEM é uma Irmandade que observa os princípios da humildade, partilha, entre-ajuda e humanismo. Os seus recursos provêm, tal como no passado, do trabalho de cada um, dos preciosos donativos de alguns e da boa vontade e empenho de todos.

Os Cavaleiros Templários Portugueses, tal como no passado, continuam a ser uma Ordem autónoma.
Não têm, actualmente, obediência ou qualquer relação directa com nenhuma organização de cariz político, religioso ou filosófico.

NÃO SÃO, NEM NUNCA FORAM EM TODA A SUA HISTÓRIA, MAÇONS!

Os Templários Portugueses não se mostram publicamente enquanto Cavaleiros da Ordem. As suas cerimónias são privadas e não lhes são dadas qualquer tipo de publicidade.
Só um Templário Português pode propôr a entrada de um novo Irmão para o seio da Ordem, assumindo o seu apadrinhamento.

Os Cavaleiros Templários Portugueses regem-se por Regra própria (Secretum Regula), pelos seus Estatutos e pelos seus Códigos de Honra e Disciplina.